REUNIÃO COM O GOVERNO DIA 31/05/2012

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

REUNIÃO COM O GOVERNO DIA 31/05/2012

Mensagem  gil.riopomba em Sab Maio 26, 2012 10:51 pm

Bom dia companheiros (as) Ibgeanos
Estou enviando essa mensagem para que todos possam refletir sobre o cenário
no  qual  estão  se dando as negociações gerais dos SPF's e a especifica da
ASSIBGE/IBGE.


Muitos utilizam a maneira mais simples de ver as coisas. Fazem critica pela
crítica,  mas  na  verdade  temos  que  ter  uma  visão  mais  ampliada dos
problemas,  analisar  as conjunturas Internacional e Nacional. A partir daí
tirar  suas  conclusões  a  cerca  dos acontecimentos que devemos realmente
combater.  Contra  quem  verdadeiramente devemos lutar. Trabalhador luta ao
lado de trabalhador.


Quando  eu  abordo  o  tema da Dívida Pública brasileira é porque a vejo no
centro  dos  nossos  problemas. Ou alguém acredita que as revindicações dos
trabalhadores,  seja  ele, público ou privado, estaria deslocado do tema em
voga?  De  onde  origina  a  verba  que  poderá  contemplar os direitos dos
trabalhadores  públicos  desse  país?  Pelo  que  conheço,  unicamente  do
Orçamento Geral da União.


Pasmem:  No relatório apresentado no dia 19/12/2011, sobre o Projeto de Lei
Orçamentaria que indica um orçamento para 2012 em torno de 2 trilhões e 150
bilhões.  Para  juros  e  amortizações  da  dívida  pública  brasileira  a
monstruosa  cifra  de  1 trilhão e 14 bilhões. O  que dará a fortuna de 84
bilhões  mensais ou 2,8 bilhões diários. Enquanto a folha salarial de todos
os servidores públicos do Brasil gira em torno de 250 bilhões de reais, que
os  juros  e  amortizações  da  dívida pública daria para pagar 5  anos de
folha salarial de todos os servidores públicos brasileiros. Até o dia 11 de
maio  de  2012,  o  Brasil já desembolsou a  título de pagamento de juros e
amortizações  a quantia de 369 bilhões, restando 7 meses para findar o ano.
Esta  sangria  continuará  aumentando  nos  cofres  da 6ª maior economia do
mundo.


Pergunto  a  vocês:  Devemos  continuar  na letargia, na omissão ou devemos
lutar  para  que  essa verdadeira fortuna seja direcionada para à população
brasileira?  Que  país  queremos deixar para os nossos filhos e netos? São
algumas reflexões que deixo para o senhores pensarem.


Ou lutamos de verdade para colocar o Brasil no lugar de 6ª potência mundial
verdadeiramente,  ou deixamos a cartilha do FMI dirigir os nossos destinos.
Acorde povo brasileiro, acorde família ibgeana.


Sozinhos somos nada.


Separados somos menos


Juntos somos mais, muito mais.


"A UNIÃO CONDUZ À VITÓRIA"


COORDENAÇÃO DO SINDICAL CANABARRO


Paulo Lindesay
avatar
gil.riopomba

Número de Mensagens : 27
Idade : 63
Localização : Rio Pomba/MG
Data de inscrição : 19/12/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum